Escleroterapia com espuma

Escleroterapia com espuma

Agente esclerosante espumoso injetado no vaso. Esta espuma provoca alteração na parede do vaso provocando sua esclerose – desaparecimento do vaso sanguíneo doente. A substância mais utilizada para este tratamento é o polidocanol, devido a sua grande tolerabilidade pelo organismo do paciente e pela baixa ocorrência de alergia. O tratamento deve ser feito em sessões para evitar complicações e para que o agente esclerosante seja bem aceito pelo organismo dos pacientes.

Eqpsi | Todos os direitos Reservados
crossmenuchevron-down